quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

POLICIA FEDERAL FECHA CERCO EM OPERADORES DO PMDB.

Esta fase da operaçao,, concentrada no Rio de Janeiro, foi batizada de Blackout, em referência ao sobrenome dos investigados

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal lançaram a 38ª fase da operação Lava Jato visando dois operadores financeiros que prestariam serviços para o PMDB no esquema de corrupção na Petrobras, informaram os dois órgãos.
Os dois operadores não tiveram seus nomes revelados pelas autoridades, mas segundo uma fonte com conhecimento das investigações são Bruno Luz e Jorge Luz, e tiveram prisão preventiva decretada, mas estariam no exterior e possuem dupla nacionalidade, de acordo com o Ministério Público.
Além dos dois mandados de prisão preventiva, policiais federais também realizavam 15 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, de acordo com a PF.
“Os investigados responderão pela prática dos crimes de corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro dentre outros”, informou a PF em nota.
Esta fase da Lava Jato foi batizada de Blackout, em referência ao sobrenome dos acusados e para “demonstrar a interrupção definitiva da atuação destes investigados como representantes deste poderoso esquema de corrupção”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário