sábado, 21 de janeiro de 2017

FILIPE MOTA

“Bom dia senhores, ééé, eu não sei se esse áudio foi feito pelo governador Flávio Dino ou não, e se foi ele tá tanto quanto desinformado” 

O Promotor de Justiça, Cláudio Guimarães respondeu de imediato, depois em que o governador gravou vídeo, durante um “Happy Hour”, em encontro com comunistas no Palácio dos Leões, conforme divulgado aqui no Blog.
O promotor não perdeu tempo e utilizou a mesma ferramenta corriqueira do governador, as redes sociais, e emitiu seu parecer: “Bom dia senhores, ééé, eu não sei se esse áudio foi feito pelo governador Flávio Dino ou não, e se foi ele tá tanto quanto desinformado, porque o carnaval de rua conforme foi deliberado, em nossa ultima reunião, ele… não está proibido, muito pelo contrário, os órgãos de segurança querem que o carnaval de rua tradicional seja restabelecido. Que volte a ser como era antes com suas charangas, das marchinhas blocos de sujo etc”.
Ele explicou ainda, que está havendo uma orientação para que os blocos privados, que estão tentando realizar as festas em áreas públicas, não obtenham a licença de funcionamento. Uma vez que ao cobrar ingressos, os produtores levam o lucro e deixam a conta para o poder público. Na avaliação do promotor, uma festa para 10 mil pessoas como ocorreu no Cohatrac, a Polícia Militar não tem como garantir a segurança.
Claudio Guimarães inclusive faz um alerta aos secretários que emitem licenças, segundo ele, Flávio Dino tem imunidade, foro privilegiado: “Na hora que for responder por homicídio, o governador tá protegido por foro privilegiado e os licenciadores não, então via de regra a corda só arrebenta para o lado mais fraco. Então tenham bom senso, porque vocês licenciarem um evento nessas condições é um tanto arriscado” 
Veja abaixo, o áudio do Promotor de Justiça, Cláudio Guimarães
Tocador de áudio Tocador de áudio

Nenhum comentário:

Postar um comentário